Escolha uma Página

Curso de Ventosaterapia

(1 avaliação de cliente)

Categoria:

Descrição

Curso de Ventosaterapia

O curso de Ventosaterapia ensina a técnica que é o segredo para a recuperação de Michael Phelps e da rotina de desintoxicação de Gwyneth Paltrow.

O que é Ventosaterapia?

A ventosaterapia pode estar na moda agora, mas não é nova. Ele remonta às antigas culturas egípcias, chinesas e do Oriente Médio. Um dos livros de texto médicos mais antigos do mundo, o Ebers Papyrus, descreve como os antigos egípcios usaram a ventosaterapia em 1.550 A.C.

O curso de Ventosaterapia ensina sobre uma técnica que é uma forma antiga de medicina alternativa. O terapeuta coloca ventosas na pele do paciente por alguns minutos para criar sucção. Isso foi realizado durante os milênios com muitos propósitos diferentes. Entre estes propósitos estão: aliviar a dor, diminuir inflamação, aumentar o fluxo sanguíneo, promover o relaxamento e o bem-estar, e como um tipo de massagem nos tecidos profundos.

A idéia básica por trás da ventosaterapia é colocar copos de acrílico (mais seguros) na pele do paciente para criar um vácuo, de modo que o sangue é atraído para a superfície da pele em partes específicas do corpo que precisam de cura. Os praticantes da medicina tradicional chinesa discutem diferentes áreas, ou meridianos, do corpo que são usados ​​para transferir energia. O tratamento pode ser aplicado a cada um dos doze meridianos principais por uma infinidade de razões.

A longa história da idéia genial de tratar com Ventosas

A ventosaterapia costumava usar chifres de animais e era um método empregado para tratar furúnculos, mordidas de cobra e lesões cutâneas. O método de ventosas era usado para puxar toxinas do corpo. A aplicação de ventosas ao longo dos anos evoluiu do uso de chifres de animais para copos de bambu e, em seguida, para copos de vidro. Os copos terapêuticos também podem ser feitos de produtos de cerâmica e silicone que podem suportar temperaturas elevadas durante o processo de aquecimento.

Em algumas culturas árabes a ventosaterapia é conhecida como terapia de hijama. Existem documentos sobre a Hijama em relatos históricos que datam possivelmente de 5.000 anos atrás. A ventosaterapia chinesa é frequentemente usada em conjunto com formas mais comumente conhecidas de tratamentos e métodos de medicina tradicional chinesa, como a acupuntura e a acupressão.

Várias outras culturas usaram a ventosaterapia como um método para tratar várias doenças diferentes. Há relatos sobre chineses usando ventosas durante procedimentos cirúrgicos como uma forma de ajudar a desviar o fluxo sanguíneo do local cirúrgico. Médicos americanos e europeus usaram ventosas para tratar doenças mais comuns, como o resfriado comum, infecções no peito e congestionamento.

A Ventosa

Antigamente, o fogo consumia o ar e produzia vácuo dentro da ventosa. Hoje, temos versões mais modernas e seguras usando uma bomba ao invés de fogo para criar o vácuo

As ventosas podem ser feitas de:

  • Vidro
  • Bambu
  • Acrílico
  • Silicone

Entre as técnicas de aplicação de ventosa, uma bem interessante é a sangria. A sangria remove substâncias e toxinas nocivas do corpo para promover a cura.

O que o a ciência comprova?

Um relatório, publicado em 2015 no Journal of Traditional and Complementary Medicine, observa que a ventosaterapia é eficiente para:

  • acne,
  • herpes zoster,
  • manejar a dor.

Isso é semelhante aos resultados de um relatório de 2012, publicado no PLoS One. Pesquisadores australianos e chineses analisaram 135 estudos sobre a ventosaterapia. Eles concluíram que as ventosas podem ser eficazes junto a outros tratamentos, como a acupuntura ou medicamentos, para várias doenças e condições, tais como:

  • Herpes zoster
  • Acne
  • Paralisia facial
  • Espondilose cervical

A British Cupping Society diz que a ventosaterapia é usada para tratar:

  • Distúrbios do sangue, como anemia e hemofilia
  • Doenças reumáticas, como artrite e fibromialgia
  • Fertilidade e distúrbios ginecológicos
  • Problemas de pele como eczema e acne
  • Pressão alta
  • Enxaqueca
  • Ansiedade e depressão
  • Congestão brônquica causada por alergias e asma
  • Varizes

Por que a Ventosaterapia funciona?

A Ventosaterapia oferece várias vantagens, incluindo ajudar a promover o fluxo sanguíneo e aumentar a circulação sanguínea para os músculos e tecidos, fornece oxigênio para células, afrouxa nós e pode liberar e drenar o excesso de fluidos e toxinas. De acordo com a Medicina Tradicional Chinesa, o uso de sucção ou vácuo em pontos específicos do corpo de um paciente pode ajudar a remover obstruções nas vias energéticas e assim curar doenças.

Variações na técnica, tais como a sangria, em que a pele é picada para eliminar uma pequena quantidade de sangue tóxico e outras substâncias prejudiciais no organismo podem ajudar a prevenir e tratar doenças. Quando combinados com a acupuntura, as agulhas são inseridas e posteriormente a ventosa é aplicada. Desta forma, o sangue com toxinas é extraído.

Nos tempos de hoje, existe uma variedade de materiais que podem ser usados ​​para elaborar os copos que os terapeutas usam para criar sucção. Os terapeutas antigos usaram materiais disponíveis, como os chifres e ossos de animais vazados, conchas marinhas, cerâmicas e bambus, mas os terapeutas usam hoje copos de silicone, acrílico ou vidro. Estes últimos são mais úteis porque permitem ao terapeuta observar o efeito na pele ao realizar a cura.

O manuseio hoje é realizado sob condições médicas estéreis, tornando-o bastante seguro. A maioria dos pacientes não apresenta nenhum desconforto importante. O equipamento utilizado é cuidadosamente esterilizado sob alta pressão e temperatura.

Mais tarde, o terapeuta pode realizar massagem básica ou hidratação no local de manobra para reduzir a possibilidade de hematomas. Nos casos em que sangria for administrada, o terapeuta realiza procedimentos anti-sépticos e aplica curativos para garantir uma cicatrização rápida e evitar infecções.

Enquanto a ventosaterapia ganhou notoriedade entre atletas famosos, incluindo equipes de ginástica e atletas olímpicos, a ventosaterapia também ajuda no tratamento de dores associadas com tecido cicatricial profundo e problemas do tecido conjuntivo mucular, bem como nódulos de tensão muscular e inchaço.

Ventosaterapia Detox

A desintoxicação é o processo de remoção de substâncias tóxicas do corpo. A ventosaterapia é um método que tem sido empregado durante séculos por essa mesma razão. A ventosa combina o valor de desobstruir os canais de energia e aliviar o corpo de suas toxinas.

A energia flui através dos doze meridianos, e o sangue flui nos capilares debaixo da pele. O método de ventosa trabalha para mover as toxinas para a superfície da pele e para fora do corpo. Uma vez que as toxinas atingiram a superfície da pele, acredita-se que o processo de cicatrização pode começar.

A ventosaterapia é um método de cura não-invasivo que pode ajudar a desintoxicar o corpo de uma pessoa e melhorar sua energia total. Também é dito que ajuda a promover uma melhor circulação sanguínea.

A ventosaterapia também foi utilizada para tratar várias outras condições, incluindo distúrbios sanguíneos, como anemia e hemofilia, doenças reumáticas, como artrite, fertilidade e outros distúrbios ginecológicos, eczema, acne, pressão alta, enxaquecas, ansiedade, depressão, alergias, asma, e varizes.

As marcas roxas deixadas da Ventosaterapia

Depois de empregar o método de ventosa, é comum achar pequenas roxos nas áreas tratadas do corpo. Isto é devido a todo o sangue que é trazido para a superfície da pele. Acredita-se que, se houver a presença de maior quantidade de toxinas no corpo de um indivíduo, o roxo será mais profundo e mais visível. No entanto, quanto menos toxinas estejam presentes no corpo, o indivíduo experimentará uma quantidade reduzida de efeitos visíveis ao usar o método de ventosas.

A ventosaterapia é um procedimento relativamente seguro, desde que seja realizado por um profissional de saúde treinado que conheça essa prática.

Por que os atletas usam a ventosaterapia

Muitos atletas são conhecidos por usar o método da ventosaterapia como um tratamento alternativo.

Alguns desses atletas incluem Michael Phelps e a equipe de ginástica olímpica masculina dos EUA, bem como alguns membros da equipe de atletismo dos EUA.

É uma prática muito comum entre os atletas e é considerada um tratamento eficaz para aumentar o movimento e acalmar os músculos doridos e cansados. O aumento do fluxo sanguíneo para as áreas tratadas ajuda a promover a cicatrização muscular. É especialmente útil quando o paciente está competindo em um esporte, como natação, ginástica ou atletismo, porque eles estão constantemente usando esses músculos. Aumentar o fluxo sanguíneo ajudará a relaxar esses músculos e melhorar a amplitude de movimento.

 

 

 

1 avaliação para Curso de Ventosaterapia

  1. Alexandro

    Curso excelente! Aprendi o que eu precisava para ajudar meus pacientes!

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de e-mail não será publicado.